::Home > Institucional > Escola e Família > 07/10/2014 - Educação Financeira
> En Español
Páginas Relacionadas
> Escola e Família
> Ana Lúcia G. Bastos
> 03/06 - Transtornos de Aprendizagem
> 05/08 - Questões de gênero
> 05/08/2014 - Espaço - Palestra
> 06/05/2014 - Palestra - Thiago Rivero
> Patrícia Peck

07/10/2014 - Palestra Educação Financeira

Espaço de Reflexão Escola e Família debate como ensinar as crianças a organizar e controlar o dinheiro
As professoras do Ensino Fundamental Karin Cruz Lopes Arriagada e Giovanna Landriscina falam sobre educação financeira e hábitos de consumo

Por: Tatiana Maria de Paula Silva | 10 de outubro de 2014.

Durante o bate-papo, as professoras convidaram todos os presentes a refletirem sobre como orientar os hábitos de consumo, administração do orçamento familiar e consumo consciente.

Para elas, educar as crianças sobre como administrar o dinheiro é uma forma de contribuir para uma vida de equilíbrio financeiro. “Sabemos que a educação financeira está relacionada às ciências exatas, mas a base dela está no comportamento, hábitos e atitudes. Segundo o educador e terapeuta financeiro Reinaldo Domingos*, o desequilíbrio financeiro é uma patologia e, como tal, pode ser prevenida,” comenta Giovanna.

Segundo a dupla, o consumo faz parte da organização social, porém é necessário explicar às crianças as diferenças existentes entre o consumidor e o consumista. “As crianças têm de ter claros os conceitos de necessidade e de vontade. É importante explicar que o presente dado em alguma data comemorativa é diferente da compra de um produto que, naquele momento, é necessário. Outra dica é trabalhar os conceitos de caro e barato e mostrar as diferenças dos preços entre as lojas e as marcas”, exemplifica Karin.

A semanada ou mesada é uma das maneiras práticas e eficazes de trabalhar a administração do dinheiro. Segundo a recomendação da autora Cássia D’Aquino**, a quantia ou o tempo de intervalo deve obedecer à faixa etária da criança, sendo interessante começar com a semanada e estipular R$1,00 por idade, até os dez anos. Também é importante que os pais acompanhem essa administração estimulando o planejamento dos gastos e de parte dessa quantia para uma pequena poupança com um objetivo de curto prazo.

Ao final da palestra, os presentes participaram ativamente com perguntas e depoimentos, enriquecendo a troca de informações e propondo outras alternativas.


Fotos: TAtiana Maria de Paula Silva

*D´Aquino, Cássia. Ganhei um dinheirinho: o que posso fazer com ele? São Paulo: Moderna, 2010
D´Aquino, Cassia. Como falar de dinheiro com seu filho. São Paulo: Saraiva,2014

**Domingos, Reinaldo. Como falar sobre dinheiro com seus filhos. São Paulo: DSOP, 2013.


Av. Jorge João Saad, 905 - Morumbi - CEP 05618-001 - São Paulo - Tel.: +55 (11) 3779-1800 / FAX: +55 (11) 3742-3604
© 2000-2016 - Colégio Miguel de Cervantes - Melhor visualizado em 1024x768, 16 milhões de cores - Design: Depto. Comunicação Cervantes - Desenvolvido por Link e Cérebro - Administrado com SmartSite